quinta-feira, 14 de abril de 2016

Resenha A Princesa e o Plebeu - Roman Holiday (1953)


"A Princesa e o Plebeu" é um roteiro obrigatório para os admiradores da eterna Bonequinha de Luxo e amantes do cinema.

A atriz belga Audrey Hepburn passou a ser reconhecida após sua interpretação nesse filme, seu primeiro papel principal e o único que lhe garantiu o Oscar (1953), dentre as cinco indicações para melhor atriz.

A película, dirigida por Willian Wyler (mesmo diretor de Ben-Hur), retrata a vida e os anseios de uma Princesa chamada Anne, personagem interpretada por Audrey.

Anne sonha em viver como uma garota normal, livre e sem a obrigação de seguir regras e protocolos. Então, durante a noite, após uma crise emocional, ela foge do seu palácio e encontra um jornalista interesseiro, interpretado por Gregory Peck, que a reconhece e a acolhe em seu apartamento com a intenção de obter uma reportagem exclusiva, sem que ela perceba.

O carisma e elegância de Audrey Hepburn aliados à sua beleza singela, nos encanta a cada cena, com suas expressões de inocência e surpresa por conhecer a vida sob um novo ângulo. O filme, mesmo em preto e branco, traz uma fotografia alegre e divertida de Roma.

Uma trama suave e, sem dúvida, muito conhecida, mas por se tratar de um filme produzido em 1953, merece notável reconhecimento. Assistam e compreendam por quê!


Resenha em Libras:




Assista ao filme completo aqui!



4 comentários:

  1. Anônimo15:41

    Gente!!! Parabéns por mais esta linda iniciativa!!! Fantástico!!! Irei assistir ao filme com certeza e prestigiar o trabalho de vocês! Parabéns mais uma vez a todos os envolvidos!!!

    ResponderExcluir
  2. Anônimo07:58

    Parabéns pela iniciativa. Os surdos curtem mesmo muito cinema!

    ResponderExcluir
  3. Adorei, continuem trazendo acessibilidade para todos, adoro essas iniciativa de vocês! Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Anônimo10:50

    Muito bom

    ResponderExcluir